Como funcionam as câmeras de segurança com captação de áudio

Tags:

Com a necessidade cada vez maior de proteger residências e famílias, os equipamentos de segurança têm evoluído a passos rápidos, com diversas novidades sendo lançadas todos os anos. Uma dessas mudanças chegou ao mercado por meio das câmeras de segurança com captação de áudio.

Elas funcionam de maneira bastante semelhante às câmeras de wi-fi, onde você pode visualizar as imagens em tempo real em qualquer aparelho com rede ligada à internet como smartphones, tablets e computadores. Para ver as imagens, basta acessar a câmera através de um browser (como o Internet Explorer ou o Safari) ou de aplicativos criados para cada sistema operacional (IOS, Android e Windowns) com o número do IP e a senha associados a ela no momento de instalação.

Por se ligarem à rede sem fio da casa, podem ser colocadas em locais mais afastados da residência e de forma discreta.

 

Câmeras de segurança com captação de áudio

 

A diferença deste modelo é que ele conta com a presença de microfones e de um sistema de som embutido que permitem que você capte o som ambiente do local onde a câmera está posicionada. Em alguns casos, os microfones também já podem ser utilizados como autofalantes – eles também emitem um alarme caso acionado pelo responsável do aparelho.

As câmeras de segurança com captação de áudio têm caído no gosto de pessoas que desejam ter um registro mais completo do que acontece em suas residências, como no caso de terem filhos pequenos ou os pais idosos morando em sua casa. Também são usadas quando o dono quer acrescentar esse sistema como uma portaria eletrônica em um condomínio de casas ou de apartamentos.

 

É legal utilizar câmeras com captação de áudio?

 

No entanto, as câmeras de segurança com captação de áudio são mais utilizadas por empresas ou estabelecimentos comerciais que desejam não só ter em vídeo o que acontece, mas também ouvir o que se fala nos ambientes. Juristas, contudo, se dividem na legalidade dessa prática.

De acordo com especialistas, quando as câmeras com captação de áudio são utilizadas como forma de inibir os funcionários ou para controlar seus passos, isso pode ser considerado assédio moral e é passível de indenizações na Justiça. Para se proteger de possíveis processos judiciais, os donos dos estabelecimentos devem deixar devidamente sinalizadas as câmeras e avisar os funcionários sobre como elas funcionam, até quando as gravações serão armazenas, etc. Locais como coffeeroom e banheiros também devem ser vetados para não se encaixar na questão anterior.

CTA-SISTEMA-DE-SEGURANCA-CONHECA-O-MAIS-EFICAZ-DO-MUNDO