Como a automação residencial torna as casas mais inteligentes

Tags:

Como já falamos aqui no blog, a automação residencial é a integração entre equipamentos motorizados e automatizados que conversam entre si. Essa conversa é essencial para que casas inteligentes gerem benefícios reais para seus moradores. O modelo não é mais apenas coisa de um futuro distante, e tem sido implantado em residências de todos os tamanhos, e não só em mansões luxuosas.

A automação pode incluir a abertura de porta automaticamente, programação de luzes, interruptores inteligentes, entre outras opções. Assim, a integração das ferramentas pode levar em conta medidas de segurança, economia ou apenas conforto.

Uma casa verdadeiramente (e inteiramente) automatizada permite que seu dono, com um único comando, apague todas as luzes, feche as cortinas, desligue pontos de ar condicionado e comece a gerenciar as ferramentas de segurança.

No entanto, na hora de automatizar uma casa, é preciso saber qual é o seu foco. Dessa maneira, é possível criar uma alternativa que facilite sua vida e seja adaptada ao dia a dia da sua família, ou mesmo o seu, se morar sozinho.

Abaixo, separamos alguns modelos de automação para casas inteligentes, que prezam conforto, segurança ou economia. Isso não impede, é claro, que seu projeto englobe os três requisitos.

3 soluções que as casas inteligentes oferecem para você

1) Conforto

A automação que visa o conforto pode ser o fim dos cinco controles remotos. Em uma casa inteligente, é possível controlar aparelhos eletrodomésticos de qualquer lugar. Imagina poder ativar a cafeteira ainda deitado na cama, antes de levantar e ir ao trabalho? Ou mesmo ligar e desligar os interruptores de luz independentemente de onde estiver? Vai assistir a um filme na sala e esqueceu as luzes do quarto acesas? Ative um comando para que se apaguem ou diminuam de intensidade.

As fechaduras eletrônicas, um dos exemplos de automação, também permitem controlar o acesso a uma residência. Sabe aqueles casos em que alguém precisa entrar na sua casa antes de você chegar, mas você não quer ou não pode emprestar a chave? É só cadastrar essa pessoa e ela terá acesso à sua casa pelo tempo que você determinar.

E se você pudesse ativar — ou se fosse ativado por geolocalização do seu carro ou celular — o ar condicionado bem gelado em um dia de muito calor antes mesmo de chegar a casa? Uma casa inteligente pode ter isso.

2) Economia

A economia gerada pelas casas inteligentes é enorme, dependendo de quais sistemas o morador instalar. Isso porque a automação pode funcionar como um hub que concentra e permite o controle da residência. Controle remotamente luz, fechaduras, aparelhos eletrônicos, termostatos automáticos, gás, ar condicionado, etc.

Com esse controle em mãos, quando você for viajar, por exemplo, poderá ter mais segurança em relação ao seu patrimônio e também economizar alguns reais. Como? Acessando todos os sistemas remotamente, você liga somente o que precisa no momento, sem necessariamente usar na potência máxima.

A economia também é sentida no dia a dia. Vai viajar, mas quer que seu gramado continue verde? Programe os horários de irrigação. Passou um mês fora e não vê a hora de retornar para o conforto do seu lar? Antes de chegar, envie um comando para lugar luzes da garagem e ativar o ar-condicionado na temperatura ideal.

3) Segurança

A parte de segurança da automação residencial é um dos aspectos importantes das casas inteligentes, principalmente para quem não para em casa ou mesmo vive sozinho. Ligar câmeras de segurança, abrir portões e ativar alarmes, tudo por meio de um smartphone ou tablet. Foi viajar e está preocupado? Use o sistema de vigilância remota para dar uma checada no quintal da casa e na sua sala. Quer mais? Instalar sensores em portas e janelas, aumentar ou diminuir as luzes, visualizar câmeras de segurança remotamente — as possibilidades são inúmeras.

Em suma, o grande trunfo das casas inteligentes é a capacidade de realizar tarefas enfadonhas e simples de maneira mais efetiva, e muitas vezes sem o esforço humano, fazendo com que sejam eliminadas do cotidiano.

E você? Já pensou em investir numa casa inteligente? Se sim, conheça mais sobre a automação residencial em nosso Manual da Casa Tecnológica! Baixe agora gratuitamente!

cta-manual-casa-tecnologica